segunda-feira, 7 de abril de 2008

 

3º Encontro Estadual de Terapeutas e Profissionais Holísticos

Um evento engajado na promoção dos Direitos Humanos

Paulo Stekel



Esta foi a segunda vez que a Revista Horizonte – Leitura Holística cobriu o Encontro Estadual de Terapeutas e Profissionais Holísticos, em Porto Alegre (RS). Agora, contudo, estávamos entre os apoiadores do evento, que foi o 3º encontro promovido por um terapeuta e deputado, Giovani Cherini (PDT – RS), cidadão engajado na causa das terapias holísticas (ele mesmo é reikiano) e na qualificação de jovens líderes.

Já na abertura do encontro, Cherini deixou claro seu descontentamento pelo evidente descaso da Assembléia Legislativa do RS com o evento, que reuniu mais de mil pessoas vindas de cerca de 90 cidades. O preconceito com tudo o que é “holístico”, “espiritual” ou relacionado ao autoconhecimento é ainda grande em nosso país nos meios políticos, especialmente entre a militância esquerdista, salvo exceções raras e louváveis. Mas isso não tem impedido um auditório cada vez mais lotado, a cada nova edição do encontro. A resposta do público é superior a qualquer descaso ou preconceito. Encontramos um público muito atento, caloroso e bem posicionado quanto à sua importância na sociedade (ressalte-se que uma grande maioria do público era composta de terapeutas holísticos). Trava-se atualmente uma batalha intensa para o reconhecimento das terapias holísticas em todos os sistemas de saúde, com a formação de sindicatos de terapeutas e associações de classe.


[Demonstração de Reiki]

Quando chegamos ao teatro da Assembléia Legislativa, solicitamos um espaço de apenas cinco minutos para realizar uma manifestação pacífica em prol da paz no Tibet, por conta dos conflitos mais recentes, no que fomos prontamente atendidos pela organização do evento. Depois da leitura de um texto rápido sobre a situação no Tibet, feita por Giovani Cherini, convidamos os cerca de mil participantes a entoarem conosco o mantra Om mani padme hum em prol do povo tibetano por cinco minutos. Esta foi, até aqui, a maior manifestação pró-Tibet em número de pessoas no Brasil, desde o início dos conflitos, em 10 de março último. O vídeo com a manifestação está disponível no site YouTube e em nosso blog, no link: http://revistahorizonte.blogspot.com/2008/04/manifestao-pr-tibet-em-porto-alegre-31.html


[Paulo Stekel e Giovani Cherini, pouco antes da manifestação pró-Tibet]

Várias foram as palestras durante o dia todo, com duração de 25 minutos cada: Bioenergética – os caminhos da energia no corpo (Ralph Viana, psicólogo), Medicina Vibracional (Dr. Eduardo Navarro, médico), Ufologia – enigmas do espaço (Dr. Ernesto Bono, médico e ufólogo, autor de vários livros), Terapia da Linha do Tempo (Deroni Sabbi, psicólogo), Biodança – o despertar do novo ser (Eloir Severo, didata em Biodança), A Terapia Floral e a Criança Índigo (Rogéria Comim, terapeuta holística), Astrologia e Educação – novas abordagens (Lúcia Torres, Unipaz), entre outras.


[Ruben Espagnolo, bioarquiteto]

A palestra Radiestesia – a influência da energia negativa nas casas, locais de trabalho, centros terápicos e escolas (Ruben Espagnolo, bioarquiteto) foi bastante proveitosa, por demonstrar as aplicações da radiestesia à arquitetura sagrada, exemplicada na pesquisa feita junto à Catedral Metropolitana de Porto Alegre. As linhas energéticas formadas através da geometria sagrada em construções religiosas é um assunto comum na Europa, mas pouco pesquisado no Brasil.



[O evento contou com um público de cerca de mil pessoas]

Destaque ainda para a palestra (Antiga Kirlian) – Bioeletrografia na saúde, na educação e na doença (Vânia Maria Abatte, psicobiofísica), que apresentou suas pesquisas sobre a paternidade do aparelho antigamente conhecido como máquina kirlian, mas que, na verdade, teria sido inventado pelo padre gaúcho Landell de Moura. Isso está já bastante fundamentado por dados históricos e não há mais muito o que contestar.


[Vânia Maria Abatte, psicobiofísica]

A brilhante exposição do físico, advogado e escritor Moacir Costa de Araújo Lima, em sua palestra Física Quântica – o universo como rede de comunicação, lançou uma ponte entre as idéias da física moderna e dos místicos de sempre, além de lembrar que há muito a ser descoberto em ciência antes de se deixar a arrogância tomar conta do pesquisador, a ponto deste achar que já sabe tudo.


[Ótima apresentação de slides durante palestra de Vânia Maria Abatte]


[O físico Moacir Costa de Araújo Lima autografando para Jorge Leles, nosso colaborador de Horizonte - Leitura Holística e especialista em Geobiologia]

Ao final do evento, foi apresentada a Carta do 3º Encontro Estadual de Terapeutas e Profissionais Holísticos, da qual transcrevemos alguns trechos:

“Nós, Terapeutas e Profissionais Holísticos, (...) manifestamos nosso desejo de que este evento seja assinalado pela preocupação com a preservação da vida na Terra e, de modo particular, seja um marco na tomada de consciência de todos os participantes quanto às possibilidades de cada um de, no exercício pleno e fecundo de seus talentos e misteres, contribuir de forma comprometida com a reversão das ameaças anunciadas – hoje, pela Ciência; desde sempre, pelos oráculos sagrados e profetas de todas as culturas.

(...) E afirmamos a crença de que é responsabilidade dos homens e mulheres desta Terra, como seres dotados de potencialidades únicas e especiais, ao mesmo tempo comuns e diferenciadas, expressas sob a forma de razão, afetos e criatividade – o que os faz imagem e semelhança da Fonte Originária de onde vêm todas as coisas (manifesta sob os diferentes nomes que cada grupo humano lhe deu: Javé, Alá, Olorum, Tao, Shiva, Tupã, Deus...) - de buscarem a fé de que, na sua divindade interior, cada um carrega nas mãos o seu futuro e o futuro da Humanidade, e que o desígnio não é a morte, mas a vida, não o caos destruidor, mas o sentido da ordem implicada que do vórtice das possibilidades faz nascer a organização e a contínua renovação.

(...) Queremos, enfim, manifestar que acreditamos haver meios técnicos e econômicos para derrotar a ameaça de morte e retomar o fluxo normal do rio da Vida, e que falta apenas o consentimento verdadeiro e íntimo de cada ser humano, especialmente dos que detêm qualquer forma de poder político, econômico, religioso, para que se possa, brevemente, numa imensa roda de mãos dadas, dançar e louvar e celebrar a magnífica alegria de estarem todos os seres vivos irmanados entre si e reconciliados com Gaia, a Mãe-Terra, confiantes no futuro e certos de que a aventura terrena seguirá por outros séculos, animada já então pelo simples êxtase de viver e de conviver, já com a lição imorredoura não apenas do sofrimento, mas da construção de uma vitória que parecia impossível e que resultou da soma de pequenos e grandiosos esforços de cada um dos que têm o privilégio de desfrutar e a responsabilidade de cuidar da Vida manifesta neste planeta.”



[Integrantes do Projeto Refletindo, presente ao evento]

Durante o evento ocorreu a 2ª Mostra Holística, uma vitrine de profissionais e produtos utilizados nas terapias holísticas. Ali, tivemos a oportunidade de conhecer o que se faz no sul do Brasil e em outros estados para dar suporte em aparelhos e técnicas ao campo das terapias complementares.

Ainda tivemos o prazer em conhecer o Projeto Refletindo (www.projetorefletindo.com.br), um trabalho de grande engajamento social e sensibilidade espiritual realizado por jovens dispostos a serem a diferença que o mundo atual tanto precisa. Firmamos parceria com o projeto e o estaremos apresentando nas próximas edições.

This page is powered by Blogger. Isn't yours?